Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Ao mundo dos sonhos - interlúdio II

Jornada, árdua e dolorosa jornada

Carolina, totalmente confusa, só queria voltar para casa
Para sua vida pacata, simples em que nunca houvera problemas
Agora estava a andar lentamente por uma terra que nem mesmo sabia se existia
E o pior de tudo: sua pobre mente tão cansada de dilemas

Confiando cegamente na guardiã, seguiu em busca da mulher chamada Sydra
Nem sabia se ela poderia ou gostaria de ajuda-la
Mas não tinha opções, achar essa mulher era, aparentemente, a única saída
Andou durante meses, e conheceu lugares e pessoas em sua jornada

Irrevelantes a nossa história são os caminhos que ela percorreu
Mas saiba que ela enfrentou o que em nossa terra chamamos peleia
Visitou o país de gelo, desmascarou um homem que se denominava Deus
Passou pela cidade das máquinas, lhe devolveu a beleza da colheita

Mas havia algo que ela não percebeu, estava sendo seguida
Um homem que vestia sempre vermelho a observava nos lugares por onde ia
Quando notou sua presença, Carolina lembrou do que disse a guardiã e assim começou a corrida
Pelos céus, o que aquele ser estranho com ela queria?

Ela fugia, e o mago ia atrás
Se escondia, e ele desaparecia durante um tempo,
Quando achava que ele a perdeu, o homem aparecia, mas nunca se aproximava
Certo dia, ela cansou-se e o desafiou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário