Pesquisar este blog

domingo, 13 de setembro de 2009

O Universo de Um Instante - Interlúdio III

Insônia

"...Deitou-se com o intuito de sonhar novamente
Inconsciente dos perigos provenientes
Daquele lugar áspero, montanhoso e quente

Mas foi pífia sua tentativa
infestada de ansiedade, Carolina não dormia
E, sem sonhar durante dias, ela resolveu
que esquecer o que aconteceu era a única alternativa

Uma semana, duas se passaram
E à rotina ela tornou a se acostumar
Conheceu pessoas, corações se encontraram
Ja não lembrava sobre o que o homem/estrela ia falar

Muito distante disso
em um andar mais elevado [ou mais abaixo quem sabe?]
Da torre que sustenta o existencialismo espiritual
Uma bruxa a espreitava
E planejava faze-la sucumbir a um feitiço
Que levaria Carolina ao seu reino do mal

Assim que ela começou as preces da maldição
O céu dos campos de centeio escureceu
E, em outra das muitas realidades,
Um vento cortou as coxilhas e Carolina estremeceu..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário